5 de agosto de 2021 11:25

Juíza quebra sigilo bancário e fiscal de Valdemiro Santiago

Terra Brasil Notícias

A juíza Rossana Luiza de Faria determinou a quebra do sigilo bancário e fiscal do pastor Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, e de Mateus Machado de Oliveira, ex-presidente da igreja, em decorrência de uma dívida no aluguel de um imóvel em Carapicuíba, em São Paulo, onde funcionava um templo da Igreja Mundial.

O proprietário do imóvel cobra cerca de R$ 248 mil da igreja, entre aluguéis e encargos. O advogado Carlos Aberto Pereira, que representa o locador, disse à Justiça haver indícios de que valores doados pelos fiéis foram “ocultados” nas contas bancárias de Valdemiro.

Por conta dessa alegação, o sigilo foi quebrado pela Justiça para descobrir se há confusão patrimonial entre as contas da igreja, do apóstolo e do ex-presidente. É a segunda vez neste ano que uma medida desse tipo é tomada pela Justiça em processos envolvendo a igreja.

A medida não foi realizada na primeira vez porque a igreja quitou a dívida assim que a quebra do sigilo bancário foi noticiada, em março. Com o pagamento, a Justiça revogou a medida. Na defesa apresentada no processo de Carapicuíba, Valdemiro disse que não pode ser alvo da cobrança, pois não faz parte do estatuto social da igreja e tampouco assinou o contrato de locação como fiador.

A Igreja Mundial não contesta a dívida com o locador do imóvel, mas questiona os valores cobrados. Afirma que seriam R$ 202 mil, e não R$ 248 mil. Valdemiro e Mateus ainda podem recorrer da quebra de sigilo.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Éstá gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print