1 de dezembro de 2021 18:35

Contrato de Sikêra Jr vira dor de cabeça milionária para a RedeTV!

Avatar

RedeTV!Rede

TV! quebra a cabeça para resolver situação com Sikêra Jr (Imagem: Reprodução / RedeTV!)

RedeTV! tem uma dor de cabeça gigantesca pela frente envolvendo Sikêra Jr e seu contrato milionário com a casa. Alvo de ataques e campanhas, o apresentador causou polêmica no final do mês passado após chamar gays de “raça desgraçada”.

Muito bem amarrado para possíveis investidas de canais concorrentes, a RedeTV! assumiu um acordo com o jornalista até 2027. O contrato tem multa de R$ 38 milhões em caso de interrupção. São R$ 20 milhões para o lado que quiser rescindir, mais 50% dos salários até o fim do vínculo. A informação é do Notícias da TV.

Sikêra Jr tem um salário mensal de R$ 500 milhões. A rescisão pode ser feita tanto pela RedeTV! quanto pela TV A Crítica, responsável pela produção do Alerta Nacional direto de Manaus (AM). No entanto, quem quiser romper o contrato pagará a multa rescisória.

A parte que der causa à rescisão unilateral antecipada, ou à rescisão fundada por descumprimento, incorrerá em multa equivalente a R$ 20.000.000 (20 milhões de reais), reduzida proporcionalmente ao tempo restante para a vigência convencionada, além do pagamento de 50% do valor dos salários restantes”, diz o trecho do contrato que esclarece a questão.

Sikêra ganha R$ 6 milhões por ano. A multa seria metade do valor, R$ 3 milhões, e com contrato válido até 2027 a RedeTV! pagaria R$ 18 milhões para se livrar do apresentador, além dos R$ 20 milhões.

O canal de Amilcare Dallevo e Marcelo de Carvalho podem se livrar dos custos caso uma decisão judicial proíba a exibição do Alerta Nacional. O contrato define que “não caberá qualquer ônus à RedeTV! se a transmissão do programa não puder ser efetuada por: determinação ou questionamento causado por conflito entre o conteúdo do programa e as normas vigentes, determinações dos órgãos legais competentes ou disposições firmadas com terceiros, ainda que posteriormente a este contrato”.

O episódio polêmico

No dia 25 de junho, Sikêra Jr chamou a comunidade LGBTQIA+ de “raça desgraçada” ao vivo no Alerta Nacional. “Vocês precisam de tratamento! Que tara é essa de pegar as crianças do nosso Brasil?”, questionou o apresentador em razão da propaganda de uma rede de fast food.

“A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento”, disparou. “sso não é conversa para criança. O cara que criou essa campanha é um vagabundo. Nojo de vocês. Isso é pedofilia e abuso infantil”, acusou.

“Preconceito existe, mas vocês que estão querendo dizer à pulso que isso é normal. Não é! Da vida do homem de bem e da família tradicional brasileira, não é. Se deem ao respeito. Tudo maconheiro, usando as crianças. Jesus, só o seu castigo para colocar essas pessoas no lugar”, atacou.

 

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print