20 de agosto de 2022 01:24

Ex-ministro Fernando Azevedo e Silva assumirá direção-geral do TSE

Terra Brasil Notícias

O general da reserva do Exército Fernando Azevedo, que comandou o Ministério da Defesa de Bolsonaro até março deste ano, vai assumir em fevereiro de 2022 o posto de novo diretor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O cargo é uma espécie de “gerente” da Corte Eleitoral, com a missão de cuidar de licitações e lidar com questões administrativas, além de ter sob o seu guarda-chuva a secretaria de tecnologia, responsável por desenvolver softwares utilizados pelo próprio tribunal.

Azevedo e Silva assumirá o cargo por indicação do atual presidente do tribunal, Luís Roberto Barroso, e, sua chegada vai coincidir com o início da gestão do ministro Edson Fachin, que vai presidir o TSE daqui a dois meses.

O general vai seguir no cargo durante as eleições do próximo ano, quando a Corte será comandada pelo ministro Alexandre de Moraes.

Moraes deverá ter na sua equipe um outro ex-ministro do governo Bolsonaro, o ex-advogado-geral da União José Levi.

Levi, no entanto, só assumirá a secretaria-geral do TSE com a chegada de Moraes na presidência, em agosto do ano que vem. Os dois já trabalharam juntos no Ministério da Justiça e Segurança Pública durante o Governo Temer.

Azevedo já foi assessor especial do Supremo Tribunal Federal (STF) durante a gestão do presidente Dias Toffoli, que buscou na época estreitar as relações com as Forças Armadas em meio à onda bolsonarista que varreu o país nas eleições de 2018.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print