20 de agosto de 2022 00:56

PF manda para os EUA delegado que investiga facada em Bolsonaro

Terra Brasil Notícias

No último dia 8 de dezembro, o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Paulo Maiurino, assinou uma portaria designando o delegado Rodrigo Morais Fernandes, responsável pela investigação sobre a facada no presidente Jair Bolsonaro (PL) durante a campanha eleitoral de 2018, para trabalhar por 2 anos em uma força-tarefa nos EUA.

De acordo com a portaria, Fernandes vai exercer o cargo de oficial de ligação no escritório da Homeland Security Investigations (HSI), em Nova York.

A função dele será promover uma aproximação entre a PF e a força-tarefa El Dorado, dedicada a investigar crimes financeiros.

Em novembro passado, o caso da facada foi reaberto. A ação ocorreu após o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília, derrubar restrições que impediam a retomada da investigação aberta para apurar a existência de supostos mandantes do atentado contra Bolsonaro durante a campanha de 2018.

Com a decisão, poderá ser realizada, por exemplo, a quebra do sigilo bancário do advogado Zanone Manuel de Oliveira Júnior, que defendeu Adélio.

O atentado à faca ocorreu em 6 de setembro de 2018, durante uma caminhada que Bolsonaro realizava com apoiadores, em Juiz de Fora (MG). O então presidenciável foi atingido na região do abdômen, enquanto era carregado por um simpatizante.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print