16 de janeiro de 2022 17:21

#Verificamos: É falso que novo presidente do Chile foi encontrado ‘bêbado e drogado’ em parque

Estagiária | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra Gabriel Boric, presidente eleito do Chile, sendo hostilizado por um grupo de pessoas. As imagens mostram Boric com o cabelo e camisa molhados, sentado no banco de uma praça, olhando para baixo enquanto é atingido por latas e garrafas jogadas pelos manifestantes. A legenda que acompanha a gravação alega que o recém-eleito presidente do Chile foi flagrado “bêbado e drogado” em um parque. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“O novo presidente do Chile se tornou um desgraçado drogado bêbado em um parque, ele é atacado por sua própria linha de frente, que horror, e esta é a pessoa que vai liderar o futuro do Chile…não há direito.”

Legenda de vídeo que circula no WhatsApp

FALSO

 

A informação analisada pela Lupa é falsa e o vídeo é antigo. O homem que aparece nas imagens, de fato, é Gabriel Boric, presidente eleito do Chile. Contudo não há nenhum indício de que ele estava bêbado ou tinha usado entorpecentes na ocasião. A gravação mostra, na verdade, agressões que Boric sofreu de militantes de esquerda em 2019, e não tem nenhuma relação com drogas ou bebidas — e sim com seu posicionamento político a respeito da nova Constituição para o Chile.

Uma reportagem da CNN Chile, publicada na época, diz que Boric foi agredido por militantes do seu próprio partido, Convergência Social, por assinar o chamado Acordo Pela Paz Social e Uma Nova Constituição. Este acordo buscava pôr fim aos protestos no país e garantir a realização de um plebiscito para uma nova constituinte. Parte dos movimentos de esquerda, incluindo o partido de Boric, era contra o acordo, que foi também assinado por partidos conservadores, de centro e pela esquerda tradicional chilena.

Outros veículos noticiaram a ocorrência. O jornal La Tercera afirma que no dia 20 de dezembro de 2019, uma sexta-feira, Boric foi repreendido e agredido por um grupo de jovens enquanto estava no Parque Florestal, em Santiago, capital do Chile. Já o jornal El Pinguino informou na época que o então deputado Boric foi hostilizado e que os manifestantes jogaram um líquido, que aparentemente seria cerveja, e retiram o boné que usava. A reportagem diz ainda que o chamaram de “vendido”, “traidor” e pediram que ele saísse do local. Após ter conversado com algumas pessoas que o cercavam, Boric se retirou do parque. Nenhuma reportagem que noticiou esse fato fala em um possível uso de drogas ou bebida alcoólica por parte de Boric. Todos os meios de comunicação noticiaram que o então deputado foi vítima de agressão.

Boric iniciará seu mandato como presidente do Chile em 22 de março. O ex-líder estudantil e representante da coalização de esquerda Apruebo Dignidad, foi eleito presidente do Chile no dia 19 de dezembro de 2021. Boric será, aos 35 anos, a pessoa mais jovem da história a ocupar o cargo.

Não é a primeira vez que o candidato representante da esquerda no Chile é alvo de informações falsas. Em 2021, a Lupa desmentiu um outro vídeo que circulou nas redes sociais com a falsa informação que manifestantes seminuas comemoravam a vitória de Boric em um monumento a céu aberto no Chile. Já no dia 3 de janeiro, a Lupa desmentiu uma peça de desinformação que afirmava que o recém eleito presidente segurava uma imagem que seria Jesus como travesti.

Essa informação também foi verificada por Boatos.org.

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.

Editado por: Chico Marés

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print