16 de agosto de 2022 11:26

Fluminense é letal e supera Flamengo no primeiro clássico do Carioca

Jogo foi marcado pela presença do VAR e confusão entre jogadores

 Por Maurício Costa – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Mesmo com o domínio Flamengo na maior parte do confronto, o Fluminense conseguiu conter o ataque adversário e foi letal quando teve sua chance. O primeiro clássico do Campeonato Carioca terminou com uma vitória Tricolor por 1 a 0, que dá esperanças ao torcedor com o time de Abel Braga e deixa os rubro-negros com uma pulga atrás da orelha no início da temporada.

Com o resultado, o Fluminense pulou para a segunda posição da Taça Guanabara, com 9 pontos. Já o Flamengo permanece com 7 pontos, na quarta posição.

Gol no fim

O Flamengo foi melhor durante o confuso e movimentado primeiro tempo, mas o Tricolor também criou chances. Logo com um minuto, Arrascaeta e Andreas Pereira tramaram boa jogada e a bola chegou até Gabigol, que chutou forte para a boa defesa de Marcos Felipe. O Fluminense respondeu dois minutos depois com Luiz Henrique. O camisa 11 avançou pela esquerda, driblou três marcadores, mas chutou mal.

Aos 7 minutos veio o lance polêmico da partida. Andreas tentou cruzamento e a bola desviou no braço de Nino, dentro da área. O árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus assinalou o pênalti. Os jogadores do Fluminense reclamaram muito e Felipe Melo chegou a empurrar Diego. Após 7 minutos, o juiz consultou o VAR (árbitro de vídeo), anulou a penalidade e mostrou cartão amarelo para Diego e Felipe Melo.

O Tricolor quase abriu o placar aos 27 minutos. Fred tentou o domínio e a bola sobrou para Willian. O camisa 9 ajeitou para a perna direita e bateu no cantinho de Hugo, que fez uma grande defesa e salvou o Rubro-Negro. Aos 31 minutos foi a vez de o Fla chegar com perigo. Gabigol recebeu pela direita e tentou tocar para Arrascaeta dentro da pequena área, mas Felipe Melo chegou dando carrinho para salvar o Flu.

No fim da primeira etapa, David Braz e Gustavo Henrique discutiram, trocaram agressões, mas o árbitro deu cartão amarelo para os zagueiros. No lance seguinte, escanteio para o Fluminense, que Luiz Henrique cabeceou na rede pelo lado de fora.

O segundo tempo estava morno até os 27 minutos, quando o Flamengo abriu o placar com Gabigol. Cruzamento pela direita de Rodinei, a bola desviou em Willian Arão, no peito de Léo Pereira e Gabigol apareceu na segunda trave para marcar. Contudo, o VAR entrou em ação e anulou o gol por causa de impedimento do camisa 9 do Rubro-Negro.

O jogo ficou quente de novo e não demorou muito para uma nova confusão. Aos 34 minutos, Vitinho fez falta dura em Calegari. Os jogadores se estranharam e o árbitro expulsou os dois.

Quando o 0 a 0 parecia inevitável, o Tricolor marcou o gol da vitória aos 43 minutos. Falta pela direita cobrada por Yago na segunda trave. Isla subiu e não achou nada, Arias apareceu sozinho e cabeceou. A bola passou entre as mãos do goleiro Hugo e morreu no fundo da rede Rubro-Negra.

O Flamengo ainda teve chance de empate aos 52 minutos. Marinho fez boa jogada pela direita e tocou para a pequena área. Gabigol finalizou e Marcos Felipe fez um milagre, defendendo à queima-roupa. No último lance, o goleiro Tricolor fez o que parecia inacreditável. Cobrança de escanteio pela direita e Lázaro apareceu sozinho para cabecear, mas Marcos Felipe salvou novamente e garantiu a vitória tricolor.

Na próxima rodada, o Fluminense faz mais um clássico, contra o Botafogo, quinta-feira (10), às 20h (horário de Brasilia), no Nilton Santos. Já o Flamengo tenta se recuperar diante do Audax, também na quinta-feira, às 19h, no Raulino de Oliveira.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print