26 de junho de 2022 16:10

Instituto Paraná mostra situação difícil de Sérgio Moro em Nova pesquisa e aproximação de Bolsonaro a Lula

Terra Brasil Notícias

Foto: Fátima Meira/Futura Press.

Levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 3 e 8 de março em todo o país mostra que a candidatura do ex-juiz Sergio Moro (Podemos) à Presidência da República perdeu fôlego desde novembro, quando o seu nome foi lançado.

Segundo o Paraná Pesquisas, no principal cenário, Moro tem 7,4% das intenções de voto, bem atrás dos dois líderes da corrida, o petista Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro.

Em outros dois cenários pesquisados, com pequenas alterações nos nomes, ele consegue 7,5% e 7,8% das intenções de voto.  Em novembro de 2021, ele chegava a 11,6% — em fevereiro, alcançou o patamar de 10,6%.

Em um eventual segundo turno contra Lula, Moro perderia hoje por 45% a 28,1% — em novembro, a disputa era bem mais apertada (40,7% a 29,8%).

Para Murilo Hidalgo, diretor do Paraná Pesquisas, é normal que Moro tenha ostentado índices melhores quando o seu nome foi lançado, porque ele teve maior exposição na mídia. Mesmo assim, ele vê problemas na candidatura do ex-juiz. “Uma coisa é clara, ainda não empolgou”, disse.

A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 8 de março em 164 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal por meio de entrevistas pessoais presenciais.

Créditos: VEJA.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on print
Print