19 de julho de 2024 09:09

Paciente passa por procedimento para retirar lâmpada do ânus, o rapaz demorou para ir ao hospital por medo da esposa

Reprodução/Twitter/Julian Pylor

Terra Brasil Notícias

Um homem colombiano de 53 anos chegou a um hospital do país com dores intensas em março último. Aos médicos, o paciente disse não saber do que se tratava. No entanto, exames de imagem mostraram que uma lâmpada foi enfiada em seu reto.

“O objeto não era palpável ao toque”, afirmou o gastroenterologista Julian Pylori, que fez o atendimento, em um tweet. O médico usa as redes sociais com frequência para compartilhar atendimentos inusitados.

Perigo

Objetos como este, que correm o risco de se quebrar, tem de ser retirados do corpo em procedimentos cirúrgicos. No entanto, segundo reportagem da TV Azteca, foi possível succionar a lâmpada porque ela era feita de plástico.

O homem sofria com dores há três dias e não havia ido ao hospital antes por medo de que sua esposa soubesse do acidente.

O ato de enfiar objetos estranhos no corpo é chamado de parafilia, um transtorno psicológico de ordem sexual que expõe as pessoas a comportamentos de risco.

Metrópoles

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Facebook
WhatsApp
Telegram
Twitter
Email
Print