19 de julho de 2024 08:38

Três Lagoas registra um óbito por Influenza A – H1N1

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Vigilância Epidemiológica (VIGEP) notificou, na terça-feira (16), o primeiro óbito confirmado em 2023 por Influenza A (H1N1) em Três Lagoas.

De acordo com a VIGEP, a pessoa tinha diversas comorbidades, como doença neurológica, doença respiratória crônica e estava acamada, além disso, tinha 65 anos de idade.

Começou a apresentar os primeiros sintomas em 6 de maio de 2023, tendo o teste PCR reagente em 10 de maio e óbito confirmado em 12 de maio. Após investigação, foi confirmada que a causa do óbito foi causada pela Influenza H1N1.

VACINAÇÃO

Conforme o médico da Família e Comunidade do setor, Vinícius Neves, “a vacinação é a principal medida de proteção individual e coletiva para evitarmos casos graves e principalmente novos óbitos, em especial com a proximidade com o período de inverno.”

É importante destacar que desde 31 de março a SMS, por meio da Coordenação de Imunização, está imunizando diversos grupos contra a Influenza A, antecipando inclusive o início da campanha e, na segunda-feira (15 de maio), abriu a vacinação para todos com mais de seis meses de idade.

Além disso, neste sábado (20 de maio), as equipes das salas de vacinação das Unidades de Saúde da Família (USF) do Município aplicarão a vacina da gripe das 8h às 16h e das 06h às 11h, na Feira Central Turística de Três Lagoas.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a meta de vacinação para 2023 é de 90% dos grupos prioritários, atualmente, a cobertura está em 33,17%. No ano passado, Três Lagoas atingiu 71,9% de cobertura vacinal.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Facebook
WhatsApp
Telegram
Twitter
Email
Print