19 de julho de 2024 07:09

Atriz pornô dos filmes mais caros da história tem causa da morte revelada 6 meses após corpo ser encontrado em decomposição

Atriz pornô dos filmes mais caros da história tem causa da morte revelada 6 meses após corpo ser encontrado em decomposição© Getty Images
Purepeople.br
Credito-Matheus Queiroz
2 minutos de leitura

O Instituto Médico Legal de Oklahoma, nos Estados Unidos, revelou a causa da morte da estrela pornô Jesse Jane, falecida em janeiro deste ano. Segundo informações adiantadas pelo tabloide Daily Mail, a atriz e o namorado, Brett Hasenmueller, sofreram uma overdose acidental de fentanil e cocaína. Um relatório completo deve ser divulgado nos próximos dias.

Jesse e Brett foram encontrados mortos depois que a polícia foi chamada à casa deles para uma verificação de bem-estar. As autoridades foram acionadas depois que ele não apareceu no trabalho por vários dias. De acordo com o Instituto Médico Legal de Oklahoma, os corpos já estavam em decomposição.

Jane tinha 43 anos e ganhou fama na indústria pornô em 2002, quando estrelou a sequência “Pirates” e “Pirates II: Stagnetti’s Revenge”. Segundo informações do TMZ, os filmes custaram 8 milhões de dólares, o que dá o título de produções adultas mais caras da história. A atriz deixa um filho.

RAINHA DO PORNÔ BRASILEIRO FALA SOBRE ABUSO DE DROGAS NA INDÚSTRIA

A influenciadora +18 Elisa Sanches, considerada a rainha do pornô brasileiro, emitiu um comunicado à imprensa para comentar os casos de abuso de drogas na indústria do conteúdo adulto. Ela foi impactada pelo caso de Jesse e, também, pelo de Emily Willis, que, em janeiro, foi internada em estado grave após uma overdose.

“A oferta de drogas é uma realidade comum no mundo das gravações. Começa como algo ingênuo, oferecendo algo para o ator ficar mais extrovertido nas cenas, aguentar mais tempo. E quando se dá conta, eles não conseguem mais sair disso”, lamenta Elisa, que já gravou pornô com Andressa Urach.

Elisa relata que o uso de drogas, como cocaína, maconha e metanfetamina, é recorrente nos bastidores do universo pornô. “O ambiente de alta pressão e as longas horas de trabalho normatizam o uso de drogas, é como uma maneira de lidar com o estresse e manter a energia durante as filmagens. Eu já vi drogas de vários tipos. Além disso, eu percebo que o acesso às drogas é muito fácil ali, tudo contribui para essa dinâmica”, reflete.

Receba Informações na Palma da Sua Mão

Está gostando do conteúdo? Compartilhe

Facebook
WhatsApp
Telegram
Twitter
Email
Print